O Compass é um modelo de extrema importância para a Jeep, ou não representasse ele cerca de 40% das vendas da marca norte-americana no mercado europeu, sobretudo desde que passou a dispor da versão 4xe, a alternativa híbrida plug-in da gama. Mas a concorrência aperta, pelo que a Jeep decidiu que era esta a altura indicada para refrescar os seus argumentos comerciais.

Por fora, o Jeep continua a manter os faróis LED e a sua grelha tradicional, com as sete entradas de ar verticais e paralelas, a assinatura do construtor, que parece ter seguido o princípio que aconselha a não se mexer em equipa que ganha, pelo que este SUV do segmento C mantém as linhas e as soluções que permitem uma associação directa à Jeep.

18 fotos

O Compass passa a ser proposto em cinco níveis de equipamento, do Sport, o mais simples, ao Trailhawk, o mais sofisticado e com maior orientação para todo-o-terreno, passando pelos Longitude, Limited e S. Aos níveis de equipamento estão associadas cinco motorizações distintas, entre diesel, gasolina e híbrida plug-in, que recorrem a caixas manuais, automáticas convencionais, com conversor de binário, ou a automáticas de dupla embraiagem.

Podendo usufruir de transmissão apenas às rodas da frente, ou integral às quatro rodas, o Compass pode estar equipado com motor 1.6 a gasóleo com 130 cv, com o motor 1.3 sobrealimentado a gasolina a estar disponível com 130 cv ou 150 cv. A declinação mais possante do SUV e, simultaneamente, a mais poupada e menos poluente, é o híbrido plug-in, que oferece duas versões com o motor 1.3 Turbo associado a motores eléctricos para permitir ascender a 190 cv ou a 240 cv, com o motor eléctrico instalado no eixo traseiro a ser o responsável pela tracção integral através do sistema eAWD.

7 fotos

Mas é lá dentro que se notam as maiores diferenças do renovado Compass, que vai oferecer a mais recente versão do ADAS, o sistema de ajuda à condução, assumindo-se como o primeiro modelo da Jeep com nível 2 de condução semi-autónoma. Com a capacidade de conjugar o cruise control adaptativo com o dispositivo que mantém o veículo sempre ao centro da faixa de rodagem, o Jeep avalia o grau de atenção do condutor, evitando que adormeça ou se distraia, além de estar atento aos sinais de tráfego, reconhecendo-os e informando quem vai ao volante. Além do controlo de velocidade inteligente, dispõe de um sistema de travagem de emergência, que parará o veículo caso o condutor não o possa fazer, ou esteja distraído, evitando ainda atropelar ciclistas ou peões.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR