Índice

    Índice

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

João Semedo morreu esta segunda-feira, aos 67 anos. Recorde a entrevista de vida que deu ao Observador em Abril de 2017

João Semedo nasceu e cresceu durante o Estado Novo, numa família que desprezava o regime. O pai, militante comunista, nunca falou em casa sobre o PCP. E mesmo depois, quando anos mais tarde ele próprio integrou o partido, nunca falaram sobre isso. Só sairia em 2000, quando percebeu que o PCP não era reformável. Juntar-se-ia ao Bloco de Esquerda, a “nova esperança da esquerda”. Foi deputado e, mais tarde, coordenador, ao lado de Catarina Martins. Um cancro nas cordas vocais obrigou-o a afastar-se da vida política. Recuperado, volta agora como candidato do Bloco à Câmara Municipal do Porto.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.