Explicador

Explicador da cimeira. Será que é desta que salvamos o planeta?

Novembro 201529 Novembro 2015124
Vera Novais

O que vai acontecer em Paris no início de dezembro?

Pergunta 1 de 7

De forma sucinta, nas duas primeiras semanas de dezembro Paris espera receber mais de 40 mil pessoas só para discutir o tema alterações climáticas. Em causa está a redução das emissões de dióxido de carbono e outros gases com efeito de estufa para evitar o aquecimento global do planeta. O mundo vai estar de olhos posto no acordo que resultará das intensas negociações e do que os chefes de Estado têm a dizer. Um acordo que se prevê que entre em vigor em 2020.

“147 Chefes de Estado e de Governo já responderam positivamente ao nosso convite e irão estar presentes no dia 30 de novembro de manhã [dia de início da conferência], no Bourget, onde serão recebidos pelo Presidente da República, François Hollande, e pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon”, confirmou ao Observador, no dia 26 de novembro, o embaixador de França em Portugal, Jean-François Blarel.

Mas há mais a acontecer em Paris

De 30 de novembro a 11 de dezembro vai ter lugar em Paris a 21ª reunião anual da Conferência das Partes (COP), o órgão supremo da Convenção-Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês para United Nations Framework Convention on Climate Change), e a 11ª reunião da Conferência das Partes do Protocolo de Quioto (CMP). Os dois encontros decorrem no mesmo período para reduzir custos e melhorar a coordenação entre a Convenção e o Protocolo.

Conferência, neste caso, não significa encontro ou reunião, mas associação.

Visita virtual ao espaço da COP em inglês

A COP, enquanto órgão supremo da Convenção, é responsável pela tomada de decisões, enquanto a CMP revê e promove a implementação do Protocolo de Quioto. Estes dois órgãos – COP e CMP – vão firmar o acordo no final da Conferência do Clima, mas durante duas semanas as negociações terão lugar dentro de três outros grupos:

  • ADP (na sigla em inglês para Ad Hoc Working Group on the Durban Platform for Enhanced Action), 20ª parte da segunda sessão – o órgão nomeado pelos governos para desenvolver o novo acordo universal sobre as alterações climáticas (objetivo principal da conferência) e para aumentar a ambição das metas antes de 2020;
  • Órgão Subsidiário para a Implementação (SBI, na sigla em inglês), 43ª sessão (de 1 a 4 de dezembro) – apoia a execução da Convenção e do Protocolo de Quioto;
  • Órgão Subsidiário para o Aconselhamento Científico e Tecnológico (SBSTA, na sigla em inglês), 43ª sessão (de 1 a 4 de dezembro) – fornece informação e aconselhamento atualizado de cariz e caráter técnico-científico.

Na COP21 está previsto estarem representados 196 partes – 195 países e a União Europeia -, enquanto para a CMP11 espera-se que participem 192 partes. Andorra, Canadá, Estados Unidos e Sudão do Sul são os países que participam na COP21, mas não na CMP11.

“A luta contra o terrorismo é um problema de agora, mas não devemos esquecer os problemas de longo prazo”, disse à SIC Notícias o embaixador Jean-François Blarel, reforçando a importância de manter a COP mesmo depois dos atentados.

O local que receberá a COP21 no Bourget, comuna nos arredores de Paris, está dividido em três zonas e nem todas estão acessíveis a todos os participantes. O centro de conferências, ou “zona azul”, onde decorrerão as negociações, está reservado a um número limitado de pessoas. Haverá uma galeria destinada a profissionais, onde as empresas podem apresentar as soluções que desenvolveram para combater as alterações climáticas. E uma área aberta ao público para apresentações e debates.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)