É mais uma notícia falsa que corre no Facebook, relacionada com a epidemia do novo coronavírus. Desta vez, alega-se que António Saraiva, presidente de uma das principais organizações patronais portuguesas, terá dito que os portugueses “não querem é trabalhar”.

“É impensável que as empresas tenham de parar. Há lucros para manter, uma mera gripe não pode pôr isso em causa. E, sendo politicamente correto, no fundo, muitos não querem é trabalhar.” A afirmação é atribuída a um comunicado da responsabilidade do presidente da CIP — Confederação Empresarial de Portugal .

Além disso, a mensagem está a ser partilhada na rede social acompanhada de uma imagem onde se imita o logótipo e o oráulo da CMTV.

Print-screen da imagem que andou a circular na rede social

O Observador contactou António Saraiva e o presidente da CIP desmentiu ter feito tais declarações. “São obviamente fake-news, não passa de maldade humana”, disse, sublinhado ainda que também Carlos Rodrigues, o diretor executivo daquela canal de televisão, já veio a público desmentir que tivessem transmitido aquelas imagens. “É totalmente falso”, voltou a sublinhar António Saraiva.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Conclusão:

O conteúdo é falso. O presidente da CIP nunca disse tal frase, como o próprio garantiu ao Observador. Disse ainda que Carlos Rodrigues, o diretor executivo da CMTV, tinha vindo a público desmentir que tivessem transmitido aquelas imagens no canal de televisão.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO 

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge