Não é a primeira vez que encontramos páginas da internet com supostos anúncios de uma celebridade a promover investimentos em criptomoedas (bitcoins). O apresentador Manuel Luís Goucha, o ator Pedro Lima, o cantor Salvador Sobral e até o ex-presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho, foram alguns deles. Este verão, no mês de julho, foi a vez de o jornalista da SIC Rodrigo Pratas e da cantora Áurea serem alvo deste esquema fraudulento. Nenhum deles é verdadeiro.

Neste caso, trata-se de uma “reportagem especial”, como é intitulada, que surgiu no site obidog.com (mas há outros, do mesmo género). Este tipo de sites funcionam apenas como “barriga de aluguer” de uma suposta página credível de notícias. Essa página apresenta um logótipo no canto superior esquerdo que pertence ao canal de televisão australiano ABC News Australia (carregando no logotipo, remete o leitor para uma página de bitcoins). Mais: no corpo da notícia há mesmo supostas citações dos dois visados, Áurea e Rodrigo Pratas. Mas é tudo menos credível.

Com o título “O último Investimento de Áurea deixa especialistas admirados e grandes bancos apavorados”, a “notícia” diz que na edição da Edição da Noite da SIC Notícias, o jornalista Rodrigo Pratas convidou Áurea para partilhar “dicas de como criar riqueza”, que neste caso, estavam ligadas a um “novo programa de auto-trading de criptomoedas chamado Bitcoin Trader”. A explicação da cantora, continua o texto, levou o Banco de Portugal a proibir a própria transmissão da entrevista. Os dois protagonistas estavam, portanto, a incentivar ao investimento neste novo esquema.

Na “reportagem especial”, para além de várias citações do jornalista a incentivar os leitores a fazer este investimento, ainda é possível encontrar outras pessoas que também apoiam este esquema, como “as mentes tecnológicas mais inteligentes que já existiram”, como Richard Branson, Elon Musk ou Bill Gates.

Apesar de o texto ter supostas citações e uma suposta entrevista “exclusiva” ao jornalista, que não são verdadeiras, incorre em erros óbvios. Desde logo erra no nome do jornalista, ao tratá-lo por ‘Ricardo’ e não por ‘Rodrigo’. Depois, nas imagens utilizadas, em nenhuma delas podemos ver Áurea nos estúdios da Edição da Noite. Finalmente, não há nenhuma citação atribuída à cantora — apesar de existir uma no corpo do texto que se depreende que seja atribuída à cantora, mas sem indicação da fonte. Na verdade, o que o texto diz é que a cantora retirou o telemóvel e mostrou os lucros que obteve “com este novo programa”. “Pratas ficou incrédulo quando Áurea tirou o seu telemóvel e mostrou aos telespectadores o lucro que obteve com este novo programa que hoje está nas bocas de todos em Portugal”, lê-se.

O Observador tentou contactar o agente da cantora, mas não obteve resposta. Contudo, em declarações à revista Nova Gente, a 30 de agosto, fonte próxima da cantora disse que Áurea já estava a par do uso da sua imagem para um esquema fraudulento “há dois meses e meio” e que já tinha, inclusive, apresentado queixa à Polícia Judiciária.

O curioso é que já não é a primeira vez que Rodrigo Pratas se vê envolvido neste esquema. Em abril deste ano, chegou a escrever um artigo de opinião no site da SIC Notícias, onde desmente o  envolvimento de ambos, e em que partilha vários anúncios com a sua imagem, a promover o Bitcoin Trader. “A origem dos meus rendimentos é honesta e legal, sim. Mas eu rigorosamente nada tenho a ver com esta burla online que se arrasta há demasiado tempo”, confirmou. Em julho, voltou a fazer um post a denunciar a burla, depois de o jornal Diário Notícias ter verificado a falsidade do anúncio.

Além de não ser a primeira vez que uma figura nacional é visada neste tipo de burlas, parece que também já chegou além fronteiras. Numa rápida pesquisa na internet, foi possível descobrir a mesma “notícia”, mas desta vez sobre um filantropo e um empresário australiano. Tanto o site português, como o site australiano, têm hiperligações que pedem os nossos dados para um futuro, e falso, investimento.

Conclusão

É falso que o jornalista Rodrigo Pratas e a cantora Áurea tenham investido no sistema Bitcoin Trader. Para além de citações falsas e sem fonte, as imagens da “notícia” nunca demonstram os dois visados juntos na Edição da Noite da SIC. O jornalista visado já desmentiu o envolvimento de ambos, não tendo sido a primeira vez que foi apanhado neste esquema.

No sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado
FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de factchecking com o Facebook e com base na proliferação de partilhas — associadas a reportes de abusos de vários utilizadores — nos últimos dias.