O post foi publicado no Facebook depois de Fernando Medina ter avançado com a pedonalização temporária de algumas ruas de Lisboa, pintando-as de várias cores. Na publicação, o presidente da autarquia surge com metade da face pintada de azul — uma das cores escolhidas para identificar as ruas pedonais — e a legenda aponta para um tráfego diário de 35 mil automóveis e apenas 12 bicicletas, mas nenhum dos números está correto.

Publicação no Facebook aponta para a existência de apenas 12 bicicletas a circular por dia em Lisboa

Vamos por partes. Em janeiro, na apresentação do plano para a zona de emissões reduzidas, a Câmara Municipal de Lisboa afirmava que “todos os dias entram em Lisboa quase 400 mil automóveis” que se somam aos cerca dos 200 mil automóveis dos lisboetas, totalizando mais de meio milhão de automóveis nas ruas da cidade, diariamente, um número bem superior aos “35 mil automóveis” que a publicação refere.

Já no que diz respeito ao número de bicicletas em circulação nas ruas da cidade, o número apontado também está muito longe da realidade. Através do site eco counter é possível ver quantas bicicletas circularam na cidade no dia da publicação e foram mais de um milhar. A 16 de julho, dia em que o post foi publicado no Facebook, deslocaram-se de bicicleta 1063 pessoas nas ruas da capital. Se olharmos para os dados da última semana, entre 13 e 20 de julho, circularam em bicicleta 6746 pessoas.

O sistema de bicicletas partilhadas que existe em Lisboa — as Gira — tem, atualmente, 700 equipamentos à disposição dos utilizadores, mas na mesma semana da publicação, a EMEL anunciou a intenção de duplicar o número de bicicletas na capital.

EMEL quer duplicar número de bicicletas Gira em Lisboa até ao final do ano

Em entrevista à agência Lusa, Luís Natal Marques, presidente do conselho de administração da EMEL – Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa, recordou que está neste momento em curso um concurso (lançado em fevereiro) para a aquisição de 1500 bicicletas elétricas e avançou que está em preparação um outro para a aquisição de mais 600 bicicletas, também elétricas. “Isso, acompanhado pela aquisição de mais 30 estações, o que significa que, esperamos nós, que em 2021 o sistema esteja reforçado e com muito maior disponibilidade para os utilizadores”, adiantou Natal Marques na oficina onde é feita a reparação das bicicletas, que em maio passaram para a gestão exclusiva da EMEL.

Conclusão

Não é verdade que diariamente circulem em Lisboa apenas 12 bicicletas e 35 mil automóveis. Quer no caso dos automóveis, quer no caso das bicicletas, o número é bastante superior. A autarquia tem realizado esforços para aumentar o número de ciclovias disponíveis na cidade, reduzindo faixas de circulação em algumas das avenidas da cidade, e também a EMEL tem a decorrer, neste momento, um concurso para aumentar para mais do dobro o número de bicicletas disponíveis no sistema de bicicletas partilhadas da capital portuguesa. Os números do corrente mês apontam para uma circulação diária de mil bicicletas em Lisboa e a EMEL prevê ter, até ao final do ano, 1500 bicicletas eléctricas disponíveis em 30 estações distribuídas por vários pontos da cidade.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota 1: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge