Pedro Sá

Convidado

Artigos publicados

Bairro Alto

Noite, proporcionalidade e bom senso

Restringir o horário de venda de bebidas no Bairro Alto seria uma facada da CML no património imaterial de Lisboa. E um hara-kiri turístico. No mínimo o Bairro Alto tem que continuar a ser uma exceção
A página está a demorar muito tempo.