Caixa Geral de Depósitos

Galamba explica-se. Marcelo e Centeno têm a mesma culpa: culpa “de nada”

1.560

Deputado do PS João Galamba dá um passo atrás em relação ao que disse ontem à noite no Canal Q. Afinal, Marcelo tem a mesma culpa que tem Mário Centeno, que é culpa nenhuma, disse na SIC.

É um passo atrás em relação ao que tinha dito na quarta-feira à noite no programa “Sem Moderação”, do Canal Q. Afinal, o que o deputado e porta-voz do PS João Galamba quis dizer quando disse que Marcelo Rebelo de Sousa estava “profundamente implicado” na polémica da Caixa, era que estava tão implicado quanto Mário Centeno, ou seja, que não estava implicado.

“O que eu disse foi que discordava das acusações que estavam a ser feitas ao ministro das Finanças com base no conteúdo de um sms, disse que eram uma fabricação política. Mas se queriam acusar o ministro das Finanças à luz do sms, então isso também tinha implicações no Presidente da República. O Presidente da República é responsável pelas mesmas coisas de Mário Centeno, que é nada”, explicou o deputado, desta vez no espaço de comentário “Esquerda Direita” na SIC Notícias.

Ao estilo da lógica filosófica de Aristóteles, João Galamba parte assim de duas premissas para tirar uma conclusão do seu próprio raciocínio: se Mário Centeno não fez nada de errado, e se Marcelo Rebelo de Sousa tem a mesma implicação que Mário Centeno, então nem Mário Centeno nem Marcelo Rebelo de Sousa fizeram nada de errado.

Em causa está a intervenção de João Galamba ontem à noite no Canal Q, onde afirmou que Marcelo Rebelo de Sousa se tinha tentado desresponsabilizar no caso da Caixa Geral de Depósitos, mas que era tão responsável como o ministro das Finanças. “O Presidente da República está profundamente implicado nisto. O que ele tentou fazer na segunda-feira, político hábil como é, foi tentar demarcar-se disto e tentar desresponsabilizar-se de uma responsabilidade que é também sua”, disse o deputado socialista no programa que partilha com Francisco Mendes da Silva, Daniel Oliveira e José Eduardo Martins.

Porta-voz do PS acusa: Marcelo está “profundamente implicado” na polémica da Caixa

Marcelo recusou-se esta quinta-feira a comentar as acusações do deputado socialista e, ao Observador, o presidente e líder parlamentar do PS demarcou-se das declarações de João Galamba, dizendo que foram feitas num contexto de comentário onde Galamba não intervém na qualidade de porta-voz do partido.

O burburinho manteve-se durante todo o dia desta quinta-feira, tendo sido preciso João Galamba dar um passo atrás. “O que disse foi que o Presidente da República era implicado das mesmas coisas do que Mário Centeno, ou seja, de nada. Como parto do pressuposto de que Mário Centeno não tem responsabilidade de nada, então a responsabilidade de Marcelo Rebelo de Sousa é nenhuma”, repetiu várias vezes na SIC.

“À luz do sms que estávamos a discutir, se as pessoas quiserem acusar Mário Centeno acabam por acusar o Presidente da República também. Mas como não há razões para o acusar de nada, também não há razões para acusar o Presidente da República”, voltou a dizer.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rdinis@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site