Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O centro-direita lidera numa sondagem da PollWatch para as eleições de 25 de Maio de 2014, com o Partido Popular Europeu a ocupar 212 dos 751  lugares no Parlamento, de acordo com a Reuteurs. As dúvidas recaem sobre a presidência da Comissão Europeia, com a possibilidade de os socialistas fazerem coligações à esquerda, que resultem numa maioria parlamentar.

Esta possibilidade pode ajudar os socialistas a argumentar que Martin Schulz, actual líder do Parlamento Europeu, terá mais legitimidade para ser eleito presidente do que o adversário Claude Juncker, ex-primeiro-ministro do Luxemburgo. A nomeação é feita pelos líderes europeus, que devem ter em conta os resultados eleitorais.

Os partidos anti-União Europeia à esquerda e à direita ocuparão cerca de um quarto dos lugares do parlamento, segundo a mesma sondagem, duplicando os resultados em comparação com as eleições de 2009. O estudo aponta para que cerca de 70% dos lugares sejam ocupados pelo centro-direita, centro-esquerda, liberais e verdes.

Os dados apontam para que os três principais partidos percam lugares no Parlamento, tendo em conta a expansão da extrema-esquerda e da extrema-direita. “Em comparação com o Parlamento anterior, este será mais polarizado, com mais legisladores da União Europeia na esquerda e na direita radical”, avançou a PollWatch.

 

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR