Uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas na noite de quinta-feira em Istambul, no decurso de confrontos violentos entre manifestantes contra o Governo e a polícia.

Na quinta-feira a polícia usou armas de fogo num bairro da cidade para dispersar manifestantes que se insurgiam pelas recentes mortes de 301 pessoas na mina de Soma, mas também pela morte, em março, de Berkin Elvan, um adolescente de 15 anos baleado na cabeça pela polícia em março.

Depois de dispararem para o ar balas reais, as forças de segurança atiraram sobre as pessoas, disseram testemunhas, sob anonimato, citadas pela agência noticiosa AFP.

A vítima mortal, Ugur Kurt, de 34 anos, participava num protesto em memória de Berkin Elvan e no momento em que foi atingido a tiro, cumprimentava a família do adolescente, disse uma testemunha citada pelo Guardian. A polícia de Istambul disse não saber a origem do disparo e prometeu uma investigação minuciosa.