O ministro da Defesa Nacional, Aguiar-Branco, desloca-se segunda-feira a Inglaterra, para uma visita à feira de aeronáutica Farnborough Airshow, onde estarão representadas várias empresas portuguesas do setor.

O ministro visitará `stands´ de empresas portuguesas do setor da aeronáutica e equipamentos de Defesa e Segurança, e assistirá à apresentação por parte da Tekever do AR5, um `drone´ especificamente concebido para apoiar missões de vigilância marítima e de busca e salvamento.

A visita inclui um almoço com os responsáveis das empresas portuguesas representadas na feira, OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal S.A. e Tekever, que irá apresentar publicamente um novo `drone´, sistema aéreo não tripulado – o AR5.

Da parte da tarde, Aguiar-Branco visitará os `stands´ da Força Aérea Portuguesa, e das empresas Embraer, brasileira, e Airbus, francesa, e assistirá a demonstrações de voo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Força Aérea Portuguesa estará presente a convite da Airbus, com a qual mantém protocolos para a manutenção técnica dos aviões, para uma demonstração, no ar e no solo, das capacidades operacionais de vigilância marítima do avião C-295.

Para a Força Aérea, o convite para participar numa das mais importantes feira aeronáutica a nível europeu “representa o reconhecimento do modo como explora as capacidades da aeronave”.

O dia termina com uma receção na embaixada portuguesa em Londres, seguida de uma receção oficial por parte da organização da feira.

A aposta na capacidade exportadora das empresas portuguesas do setor da Defesa tem sido uma prioridade do mandato do ministro Aguiar-Branco.

O governante tem reiterado em várias intervenções públicas o objetivo de, no âmbito da chamada “diplomacia económica”, demonstrar as capacidades das pequenas e médias empresas no exterior.

A Farnborough International Airshow realiza-se de dois em dois anos, naquela cidade dos arredores a sul de Londres, constituindo uma das feiras mais importantes do setor aeronáutico na Europa.

A participação das empresas portuguesas foi organizada pela PEMAS, associação que agrega as indústrias portuguesas do setor da aviação, em colaboração com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.