A Espírito Santo Financial Portugal pediu insolvência, tornando-se a primeira entidade do Grupo Espírito Santo (GES) a entrar com um pedido semelhante depois de quatro entidades do grupo terem pedido proteção contra credores no Luxemburgo.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Espírito Santo Financial Group (ESFG) explica que este pedido de insolvência permite dar à empresa possibilidade de lidar o melhor possível “com as circunstâncias que levaram a empresa à incapacidade de honrar os seus compromissos.

A ESF Portugal é uma holding criada para dar a possibilidade à ESFG de participar na privatização do BES e da Tranquilidade e que atualmente detém 19,1% do BES e 45% da PARTRAN.

Ainda esta sexta-feira a ES Financière pediu proteção contra credores no Luxemburgo, depois do ESFG, da Rioforte e da ESI.