Há segredos e mistérios por aí que muito boa gente dava tudo para desvendar. O amor será o primeiro na lista. Haverá um manual para encontrar a alma gémea? E um atalho para a caminhada rumo ao amor eterno? Boas notícias, caro leitor. Para quem tem fé e para quem não a tem. E se, num primeiro encontro, estivesse a duas perguntas de descobrir se quem está à sua frente é compatível para um futuro duradouro?

“Gostas de filmes de terror?” Esta é, segundo o co-fundador da OkCupid, uma das melhores perguntas que se pode fazer num encontro, conta o Telegraph. Christian Rudder criou este serviço juntamente com dois amigos há dez anos. Agora, os dois decidiram revelar alguns segredos sobre encontros e tendências que têm observado ao longo dos anos. “Já viajaste sozinho/a para outro país?” Esta é a segunda pergunta chave, que pisca o olho a esse mistério que é o amour — permitam-nos o charme francês.

“Cerca de 3/4 dos casais de longa duração do OkCupid responderam a estas questões, em conjunto, da mesma forma”, escreveu Rudder num artigo de jornal. “É muito, muito mais do que o esperado. De facto, os casais bem-sucedidos concordam nos filmes de terror — ou ambos gostam ou odeiam — quase tanto como concordam com a existência de Deus”, diz o surpreendente artigo.

Outro artigo no Guardian oferece-nos outras coisas. A idade que homens e mulheres preferem e em que acham mais atraente o sexo oposto, por exemplo: as mulheres vão respeitando gradualmente a idade, enquanto os homens “não crescem”, como diz o autor do artigo, e mantêm a preferência pelas senhoras na casa dos 20. As palavras mais usadas nos perfis e as avaliações da aparência dos utilizadores são outras conclusões agora reveladas por Rudder e companhia.