A Bolsa de Atenas está hoje em forte queda, com o seu principal índice, o FTASE, a perder 6,32% pelas 15h19, tendo chegado a desvalorizar mais de 10% pelas 13:30 (hora de Lisboa). A derrocada da praça de Atenas começou de forma mais pronunciada nesta terça-feira, com as ações da banca e das empresas do setor da energia, que estão a perder 13% a 20%.

Já na terça-feira, a Grécia voltou a estar no centro das atenções dos investidores da zona euro e não pelas melhores razões. O governo foi criticado segunda-feira no Eurogrupo por querer antecipar a conclusão do programa da troika e a moção de confiança superada sexta-feira pelo governo liderado por Antonis Samaras não aliviou os receios no mercado de que o país caminha para eleições antecipadas. O partido Syriza, de Alexis Tsipras, à frente nas sondagens, está à espreita.

As sondagens que dão a vantagem ao Syriza, de Alexis Tsipras, nas eleições legislativas, é uma das razões apontadas para o nervosismo dos investidores, segundo o Business Insider, já que este partido já ameaçou sair do euro e não pagar a dívida pública aos credores internacionais.

Já o jornal Ekathimerini diz que as suspeitas de um abandono precoce do país do plano do ajustamento vieram pôr em causa a sua sustentabilidade.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Bolsa de Nova Iorque também segue em queda e já eliminou os ganhos conseguidos durante este ano. O índice S&P500 chegou a estar a subir 9,8% no acumulado do ano, durante o mês de setembro, mas hoje virou para terreno negativo.

As principais bolsas europeias seguem também em queda.