A Polícia Judiciária apreendeu oito milhões de euros em dinheiro vivo ao general angolano Bento dos Santos Kangamba. A soma é, por si, surpreendente, mas o espanto é ainda maior quando se tenta visualizar como Kangamba transportava, guardava e geria o pecúlio.

O Observador fez as contas e apresenta-lhe cinco maneiras de imaginar oito milhões de euros em notas de cinco euros.

800milhoes_volume

Transportar as notas de cinco euros que somam oito milhões de euros seria uma tarefa muito difícil. As bagageiras de dois Porsches Cayenne ficariam cheias, assumindo que haveria dinheiro para os comprar.

Quem quisesse dispor as notas de cinco euros para tapar um campo de futebol, chegaria ao fim da área ainda com 2,5 milhões de euros por distribuir. Ou seja, é preciso um campo de futebol mais quase metade de outro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ao colocar as notas umas sobre as outras ao lado da Torre Vasco da Gama, no Parque das Nações, em Lisboa (perto de uma das casas arrestadas de Kangamba), a pilha de dinheiro seria mais alta do que o edifício mais alto de Portugal.

800milhoes_peso

Ter oito milhões de euros em notas de cinco euros é o mesmo que ter um rinoceronte adulto sentado em casa. A soma pesaria mais de uma tonelada.

800milhoes_comprimento

Se alinhar um milhão e 600 mil notas de cinco euros como se fosse um comboio, a linha ocuparia a largura de Portugal na latitude de Lisboa, isto é, seria uma fortuna de 192 quilómetros.