A empresária angolana Isabel dos Santos estará disposta a capitalizar a Oi e acena com isso mesmo à empresa brasileira para que esta não bloqueie os esforços para comprar a PT SGPS, que faria da Terra Peregrin a maior acionista da Oi, avança o Jornal de Negócios.

A situação financeira difícil da empresa brasileira e a decisão de venda da PT Portugal para reduzir o seu endividamento estarão a ser usados com trunfo pela empresária angolana para ter o apoio da empresa brasileira na tentativa de compra da PT SGPS.

A abertura para capitalizar a empresa constará inclusivamente do prospeto da OPA entregue à CMVM, que ainda não é público. Segundo um representante de Isabel dos Santos, a empresa está disposta a reforçar a capacidade financeira da Oi e a reestruturar o seu balanço, chegando inclusivamente ao reforço dos capitais próprios da empresa.