Grécia

Campeonato grego suspenso devido a tumultos entre adeptos

A decisão foi anunciada esta quarta-feira pelo ministro do Desporto grego, na sequência dos incidentes registados no último derby entre Olympiacos e Panathinaikos.

O ministro do Desporto grego tomou medidas contra os episódios de violência que se registam nos estádios gregos

Getty Images

Autores
  • Miguel Santos Carrapatoso
  • Agência Lusa

O campeonato de futebol grego foi suspenso por tempo indeterminado, na sequência dos confrontos registados no último fim de semana no derby entre Panathinaikos e Olympiacos. A decisão foi anunciada esta quarta-feira pelo ministro do Desporto grego Stavros Kontonis, depois de ter reunido pela manhã com o primeiro-ministro Alexis Tsipras.

O histórico de confrontos entre adeptos dos dois maiores clubes gregos obrigou, assim, a uma medida drástica. Stavros Kontonis garantiu que as competições profissionais e semiprofissionais de futebol na Grécia só serão retomadas se forem tomadas medidas legais para travar a violência no desporto-rei daquele país e se houver um claro compromisso das partes envolvidas no sentido de colocar um ponto final nestes episódios.

Apesar da decisão de Kontonis, ainda não são conhecidas as medidas que serão tomadas pelo Executivo grego para enfrentar um problema que se tornou comum nos estádios de futebol da Grécia. Segundo alguns órgãos de comunicação social, a erradicação das claques dos clubes é a principal proposta que está em cima da mesa. Também a adoção de bilhetes eletrónicos, a identificação dos compradores dos ingressos e dos utilizadores dos estádios e a instalação de câmaras de videovigilância nos recintos poderão ser medidas adotadas pelo Governo.

No último domingo, o treinador português Vítor Pereira, do Olympiacos, campeão grego de futebol em título, teve de fugir, na sequência de uma invasão de campo dos adeptos do Panathinaikos, quando o técnico se encontrava junto a uma das balizas.

Antes do início do derby, que o Olympiacos perdeu por 2-1, Vítor Pereira aproximou-se de uma das balizas, situação que acabou por desencadear a ira dos adeptos da equipa da casa, que de imediato lançaram fumos e tochas para a zona onde estava o técnico.

Face aos acontecimentos no jogo entre Olympiacos e Panathinaikos, foi convocada uma reunião do comité diretivo da Liga grega para analisar a situação e decidir que medidas deveriam ser tomadas. No entanto, o encontro teve de ser interrompido depois dos confrontos entre o presidente do Olympiacos e do Panathinaikos.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)