O presidente da Comissão Europeia disse hoje que não está satisfeito com os desenvolvimentos nas mais recentes semanas em relação à Grécia porque, considera, não foram alcançados progressos suficientes. Ainda assim, Juncker coloca completamente de parte o falhanço nas negociações entre Grécia e credores.

Em dia de mais um encontro entre Alexis Tsipras e Jean-Claude Juncker em Bruxelas, Jean-Claude Juncker fez questão de manter a pressão sobre o tema: “É a nossa segunda reunião. É uma reunião decisiva”, disse Jean-Claude Juncker à entrada da reunião.

O líder da Comissão Europeia desde novembro último fez questão de demonstrar a sua insatisfação em relação ao andamento das negociações e enviou uma mensagem para os dois lados: “não estou satisfeito com os desenvolvimentos nas últimas semanas. Acho que não alcançamos progressos suficientes, mas vãos tentar dar um empurrão em direção a uma conclusão com sucesso” das negociações, disse o responsável.

Já o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, que se encontrou também com o presidente do Parlamento Europeu esta manhã, deixou mais uma vez a mensagem de que a Grécia vai cumprir os seus compromissos com os credores e parceiros, e mostrou-se confiante num acordo.

“Nós vamos resolver os nossos desentendimentos”, disse Alexis Tsipras, que disse ainda estar “otimista” e que o povo grego precisa de uma “mensagem de esperança”. Em relação ao acordo alcançado no Eurogrupo, Alexis Tsipras diz que o Governo grego ainda está à procura da “melhor forma” para implementar o acordo.