É mais uma inovação da conhecida plataforma de partilha de vídeos: a Google, empresa que detém o YouTube, anunciou na passada sexta-feira que já é possível carregar e visualizar vídeos em 360º. Ou seja, esta tecnologia coloca-o “dentro do vídeo” e permite-lhe navegar em todos os ângulos, através do movimento do rato no computador ou do dedo — quando se utiliza a aplicação do YouTube.

O leque de possibilidades é imenso. Desde “ver o palco e a multidão que assiste a um concerto” ou criar uma aventura onde o utilizador escolhe o seu próprio rumo, dependendo do local para onde está a olhar, como se pode ler no blogue oficial onde a nova funcionalidade foi anunciada.

No entanto o processo de upload deste tipo de vídeos não é tão simples como o de um vídeo convencional. É necessário o uso de um script python — uma linguagem de programação que permite definir os metadados do vídeo — disponibilizado pelo próprio serviço, algo que se torna difícil para quem não entende as bases desta linguagem.

A Google anunciou também que existem algumas câmaras já adaptadas a este novo tipo de conteúdo: Bublcam, Giroptic’s 360cam, IC Real Tech’s Allie, Kodak’s SP360 e RICOH THETA são algumas delas.

Atualmente, a tecnologia ainda só está disponível na aplicação do YouTube para Android (onde o utilizador pode mover o tablet ou o smartphone para controlar o ângulo de visão) e em youtube.com (somente no Google Chrome, utilizando o cursor do rato para o mesmo efeito). Ainda assim a Google afirma que está a trabalhar no sentido de trazer esta funcionalidade para as plataformas da Apple (iPhone e iPad), bem como para outros dispositivos.