O vice-presidente brasileiro, Michel Temer, inicia hoje uma visita oficial a Portugal que visa estreitar o intercâmbio bilateral nas áreas comercial, científica, jurídica, social e tecnológica.

Michel Temer, que desembarcou domingo na capital portuguesa e que é acompanhado nesta visita oficial pelos ministros dos Portos, Edinho Araújo, e da Aviação Civil, Eliseu Padilha, é recebido hoje de manhã pelo Presidente Aníbal Cavaco Silva, após o que participa no encerramento do Seminário Empresarial Brasil-Portugal, em que participa também o vice-primeiro-ministro Paulo Portas.

O evento, em que participam empresas dos dois países, terá o formato de grupos de trabalho, com destaque nos setores de serviços e investimentos.

Uma nota do Governo brasileiro salienta que Portugal e o Brasil “vivem momento de crescente cooperação científica e tecnológica e de incremento dos investimentos”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segundo o programa da visita, Michel Temer é recebido hoje à tarde pelo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, na residência oficial em São Bento, após o que proferirá uma palestra no Instituto de Direito Brasileiro, na Faculdade de Direito, da Universidade de Lisboa.

Terça-feira tem agendada uma reunião de trabalho com Paulo Portas, e assiste à assinatura de de acordos de cooperação entre a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

Os acordos, segundo a Apex, têm o objetivo de estreitar as relações entre as duas agências e buscar novas oportunidades de negócio.

Uma visita à sede da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e à Assembleia da República completam a agenda da visita em Portugal.

Michel Temer deixa Portugal terça-feira à noite, e parte para Madrid, para efetuar também uma visita oficial a Espanha, onde terá audiências com o rei Felipe VI, o Presidente do Governo, Mariano Rajoy, a vice-presidente Soraya Sáenz Santamaría, e o presidente do parlamento, Jesús Posada.