Engenharia

Avião Solar impulse 2 descolou da China para cumprir fase mais perigosa de viagem

O avião movido a energia solar, "Solar impulse 2" descolou da China em direção ao Havaí, para a fase mais perigosa da viagem que realiza à volta do mundo.

ALI HAIDER/EPA

O avião movido a energia solar, “Solar impulse 2” descolou da China, na madrugada de domingo (19h40 de sábado em Lisboa) em direção ao Havai, para a fase mais perigosa da viagem que realiza à volta do mundo.

Nesta etapa, o piloto suíço, André Borschberg, estará seis dias e noites consecutivos sozinho aos comandos para atravessar o oceano Pacífico, até aterrar no Havai.

O “Solar impulse 2” descolou às 02h40 locais de domingo da cidade de Nanjing, no leste da China, onde se encontrava desde 21 de abril.

A partida foi adiada várias vezes devido a condições meteorológicas adversas, nomeadamente na última terça-feira devido ao céu nublado sobre a cidade chinesa e o mar do Japão.

O “Solar Impulse 2” nunca voou sobre um oceano e apenas se manteve a voar no máximo 24 horas, pelo que esta travessia do Pacífico é um desafio tecnológico e um feito histórico da aviação.

André Borschberg, de 62 anos, terá que cumprir uma distância de 8.500 quilómetros, que fará com sonos de 20 minutos, estando o seu assento equipado com um sistema de higiene.

Todos os dias, o piloto vai enfrentar altitudes de cerca de 28.000 pés (8.400 metros) e 55 variações de temperatura, numa cabine não pressurizada, segundo a agência noticiosa AFP.

Em caso de falha grave no voo, o suíço terá de ejetar-se de paraquedas no oceano.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Inovação

#PortugalMaisDigital!

Rogério Campos Henriques

É importante existir um movimento que incentive a utilização dos recursos digitais existentes na sociedade por todos os cidadãos, de forma consciente e informada. E este é o grande propósito do MUDA.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)