O Banco Central Europeu (BCE) publicou esta quinta-feira uma lista de 39 bancos de 10 países da zona euro que vão responder a testes de ‘stress’ conduzidos pela instituição e pela Autoridade Bancária Europeia em 2016, na qual Portugal não consta.

De acordo com o BCE, a amostra proposta cobre 70% dos ativos do setor bancário na área do euro.

Os testes serão realizados pela Autoridade Bancária Europeia (EBA), que coordenará a operação a um conjunto de 53 bancos da União Europeia, em cooperação com as autoridades nacionais e o BCE.

A operação, de acordo com o BCE, irá ajudar a perceber o nível de resiliência das instituições, “nomeadamente a sua capacidade para absorver choques e responder às necessidades de capital em condições macroeconómicas adversas”.

Da lista de bancos, constam, entre outros, o Deutsche Bank e o Commerzbank, na Alemanha, o Banco Santander, o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria, o Banco Popular Espanhol e o Banco Sabadell, em Espanha, o BNP Paribas e o Crédit Agricole, em França, e o Banco Nacional da Grécia.

No Reino Unido, os testes serão aplicados no HSBC Holdings, no Barclays, no The Royal Bank of Scotland Group e no Lloyds Banking Group.

Os resultados desta operação serão conhecidos no final de fevereiro de 2016.

O BCE poderá ainda conduzir, em paralelo com esta operação, outros testes de ‘stress’ a instituições que não constam da lista divulgada.