A modelo norte-americana Erin Heatherton, conhecida por ter sido um “anjo” da famosa marca de roupa interior Victoria’s Secret denunciou que a marca lhe pediu para emagrecer para poder desfilar, numa entrevista ao site Motto, da revista Time.

Erin Heatherton revelou que a marca de lingerie lhe disse que não estava magra o suficiente para participar nos seus desfiles anuais.

4 fotos

“Nos dois últimos desfiles que fiz para a Victoria’s Secret disseram-me que tinha de perder peso”, admitiu a modelo, que desfilou para a marca pela última vez em 2013. Hoje considera que não devia ter levado o pedido a sério, mas na altura tentava agradar a empresa para a qual trabalhava, seguindo uma alimentação saudável e praticando exercício duas vezes por dia.

Dedicou-se de tal forma que a dada altura o seu corpo “já não respondia”, sentia-se “realmente deprimida”. “Cheguei a um ponto em que uma noite cheguei a casa depois de um treino e lembro-me de olhar fixamente para a comida e pensar que talvez devesse simplesmente deixar de comer”, admitiu na entrevista.

Depois do desfile, a modelo de 27 anos acabou por se afastar da marca da qual foi “Anjo” entre 2011 e 2013 para se concentrar na sua saúde. Agora, a modelo partilhou a sua luta com a imagem corporal na comunicação social e na sua conta do Instagram. Erin Heatherton publicou um longo post na rede social onde fala do momento difícil porque que passou.

“Estava a lutar com a minha imagem corporal e a ser pressionada para corresponder ao perfeccionismo que esperavam de mim. Eu não sou perfeita”, escreveu. “Já não me quero esconder atrás de uma versão fabricada de mim mesma”, admitiu a modelo.

View this post on Instagram

The breakdown to breakthrough moment in my life has allowed me to become the truest version of myself. In my moment of “failure,” I stood in the face of adversity. I was struggling with my body image and the pressures to fulfill the demands of perfectionism upon me. I am not perfect. Through this struggle, however, I found the strength to love myself. I stood in my power. I thought of one of my favorite quotes, “Nearly all men can stand adversity, but if you want to test a men’s character, give him power” – Abraham Lincoln. I look back on that moment now, and I embrace it. This feeling I once perceived as “failure” was, in truth, a powerful awakening for me to stand behind my purpose in life. I stepped away from hiding behind a fabricated version of myself. I no longer put actions behind my fears and insecurities. I made a choice to redirect my energy to be a catalyst for change. To create a channel for women to become the truest versions of themselves, along with me. (Stay tuned for more…) In the end, if you aren’t being true to yourself, then what the fuck is the point. #rebelwacause #empowerment #womensempowerment#empoweredbyyou

A post shared by Erin Heatherton (@erinheathertonlegit) on