Um emigrante português de 34 anos ouviu o camião a aproximar-se e atirou-se, juntamente com a mulher e o filho de três anos, para as rochas na praia. Sobem assim para quatro o número de portugueses feridos durante os atentados de Nice. A notícia está a ser avançada pelo Expresso Diário, que cita o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

A família de raízes portuguesas vive nos arredores de Nice, tendo viajado até à marginal — como tantos milhares de pessoas nesse dia — para celebrar a Tomada da Bastilha.

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, garante que todos os membros da família se encontram bem, assim como a primeira vítima portuguesa confirmada: António Soares estava ferido com a “alguma gravidade”, mas depois de ser submetido a uma operação ficou fora de perigo. A mulher, embora não tenha sofrido ferimentos, está “um pouco” traumatizada, conta o filho do casal ao Expresso.