Dark Mode 135kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Como o mundo do futebol está a reagir ao desastre de avião onde seguia o Chapecoense

Já foram várias as equipas e personalidades do futebol que prestaram homenagem às vítimas do desastre aéreo que vitimou a maioria dos jogadores do Chapecoense. Veja as mensagens.

Sporting, Benfica, FC Porto — os três maiores clubes portugueses já reagiram ao desastre aéreo que vitimou esta madrugada grande parte da equipa de futebol brasileira Chapecoense. O Sporting foi um dos primeiros. Recorde-se que o guarda-redes Marcelo Boeck, que alinha agora pela equipa brasileira mas não seguia no avião com a equipa, jogou durante quatro anos em Alvalade, tendo deixado o clube em fevereiro de 2016.

O treinador Jorge Jesus e o jogador Elias reagiram individualmente ao desastre, à Sporting TV

O treinador dos leões lamentou a tragédia e falou do amigo que perdeu, Caio Júnior. “Era um grande amigo meu. Fez um estágio comigo em Portugal e estive várias vezes com ele no Brasil. É uma tragédia, não só para as famílias, mas para todos os desportistas.” O técnico afirmou ainda estar a “ser uma situação muito complicada. Aquilo que neste momento podemos fazer é rezar por eles e pelos familiares, prestar-lhes uma homenagem de sentimento profundo”, afirmou tendo também revelado que já tinha falado com amigos que residem no Brasil.

Elias, jogador do Sporting, falou também sobre o desastre aéreo que vitimou a maioria da equipa de futebol do Chapecoense. O médio que teve a época passada a competir na liga brasileira pelo Corinthians falou à televisão do clube sobre o sucedido referindo que “é um dia triste para o futebol. Acordar com esta terrível notícia… Quero enviar todo o apoio. Peço a Deus que conforte os corações dos familiares e que possa também confortar os adeptos do Chapecoense. Estavam a viver um momento muito mágico”.

Esta é uma das imagens que mais está a correr as redes sociais. Na fotografia está Marcelo Boeck, jogador do Chapecoense, emprestado pelo Sporting CP. Boeck não foi convocado para o jogo, a pedido do mesmo, com o Atlético e por isso não embarcou para a Colômbia com a comitiva do clube. Na imagem Marcelo está a rezar junto a um altar, no balneário da equipa depois de ter sabido do sucedido.

https://twitter.com/FutNaRedonda/status/803618153540382720

O Futebol Clube do Porto também reagiu no Twitter:

O Benfica também manifestou o seu pesar pela situação.O plantel fez um minuto de silêncio e o jogador Luisão deixou uma mensagem de apoio: “Neste momento de dor e luto, nós, da família benfiquista, estamos com a Associação Chapecoense.”

O Presidente do Benfica também deixou uma mensagem no site oficial do clube. Luís Filipe Vieira disse estar “profundamente chocado com a tragédia que afetou a equipa de futebol sénior da Associação Chapecoense de Futebol” e “endereçou ao clube e às famílias dos jogadores e da equipa técnica, as mais sentidas condolências e a solidariedade nesta hora inesperada de dor”.

O Twitter oficial da seleção portuguesa de futebol também reagiu:

A FIFA também prestou condolências pelo sucedido:

O Real Madrid cumpriu um minuto de silêncio no treino desta manhã:

O Barcelona, à semelhança do Real também fez um minuto de silêncio em homenagem às vitimas:

O Atlético de Madrid também se juntou à onda de reacções, referindo que morreu um jogador que já tinha estado ao serviço do clube. Cléber Santana jogou em Madrid entre 2007 e 2010.

Diego Simeone, treinador do Atlético de Madrid, partilhou também o seu pesar pela tragédia no Twitter:

O Sevilha também prestou homenagem:

A equipa italiana do AC Milan prestou homenagem via Twitter:

Muitas das equipas inglesas também prestaram pesar e solidariedade para com as vitimas e as suas famílias:

A maioria das equipas brasileiras alteraram a sua foto de perfil para o emblema do Chapecoense a preto e branco, assim como a partilha da frase”hoje todos os clubes do Brasil são um só”.

O clube brasileiro Corinthians já tem, inclusive, um tarja no Estádio, de apoio ao Chapecoense

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.