No sábado, durante um comício na Flórida, Donald Trump referiu-se a um alegado atentado terrorista na Suécia, levado a cabo na noite de sexta-feira por refugiados, para justificar o endurecimento das medidas anti-imigração. O problema é que o suposto ataque nunca aconteceu, e o Presidente norte-americano tornou-se no alvo de piadas durante todo o fim-de-semana. O ex-primeiro-ministro sueco, Carl Bildt, questionou o que é que Trump andaria a fumar e a ministra dos Negócios Estrangeiros da Suécia, Margot Wallström, partilhou um excerto da declaração política de 2017 do país, onde se refere que post-truth era a palavra do ano dos Dicionários Oxford.

Também a filha de Bill e Hillary Clinton, Chelsea, perguntou se tinham finalmente apanhado os autores do “Massacre de Bowling Green” – um incidente referido pela conselheira norte-americana Kellyanne Conway em algumas entrevistas, que nunca aconteceu, e que se tornou numa das polémicas da administração Trump.

O “ataque” de sexta-feira na Suécia até fez surgiu uma nova hashtag no Twitter: #JeSuisIkea, numa referência à conhecida cadeia de lojas sueca. Houve quem tentasse encontrar explicações para o incidente (teria sido um simples roubo de almôndegas do IKEA? Ou uma reunião dos ABBA?) e até quem avançasse com fotografias exclusivas dos campos de treino dos terroristas e dos planos do “atentado”. Outros, mais sensibilizados, apelaram a uma vigília junto à loja de móveis.

https://twitter.com/shima1827/status/833454553752297473

https://twitter.com/LiogaYukla/status/833239663515168768?ref_src=twsrc%5Etfw

Mas, independentemente do que aconteceu na Suécia, uma coisa parece ser certa: Donald Trump “sabe tudo sobre a Suécia”, como refere um utilizador no Twitter. E os seus apoiantes não parecem ter dúvidas disso. A par das piadas que encheram as redes sociais, também foram vários os comentários que sugeriram que Trump estava a dizer a verdade e que, na noite de sexta-feira, houve mesmo um atentado na Suécia que os “falsos” meios de comunicação estão a tentar esconder.

“Trump conseguiu claramente por o mundo a falar dos problemas na Suécia. O encobrimento não vai resultar”, escreveu um utilizador no Twitter, enquanto outro garantiu que “os liberais estão desesperadamente a tentar encobrir a negra realidade da Suécia a que Trump se referiu”, partilhando uma captura de ecrã de um artigo de jornal do Express, que refere que a Suécia vai ter de aumentar os impostos por causa dos imigrantes.

Enquanto as piadas continuam a inundar a Internet, o Presidente norte-americano já veio publicamente tentar justificar o comentário do comício de sábado, justificando o equívoco com algo que viu na televisão Fox News. “A minha declaração sobre o que se está a passar na Suécia era uma referência a uma história emitida na Fox News sobre imigrantes na Suécia”, escreveu no Twitter, sem mais explicações.