Guatemala

Guatemala. Sobe para 29 o número de mortos em incêndio em centro de menores

Pelo menos 29 raparigas morreram no incêndio que deflagrou na quarta-feira num centro de menores, na Cidade da Guatemala. Dezenas continuam sob tratamento.

O incêndio começou após uma fuga, na terça-feira à noite, de dezenas de adolescentes, residentes de um centro de menores estatal, nos arredores da capital do país

@PrestonTVnews/Twitter

Pelo menos 29 raparigas morreram no incêndio que deflagrou na quarta-feira num centro de menores, na Cidade da Guatemala, disseram esta quinta-feira funcionários hospitalares. Os médicos tinham alertado para a gravidade das queimaduras de muitas vítimas, que corriam perigo de vida. Dezanove raparigas foram encontradas mortas no local, na quarta-feira. Porta-vozes de dois hospitais na Cidade da Guatemala indicaram que mais dez morreram durante a noite, na sequência dos ferimentos sofridos. Dezenas continuam sob tratamento.

O incêndio começou após uma fuga, na terça-feira à noite, de dezenas de adolescentes, residentes de um centro de menores estatal, nos arredores da capital do país. As jovens tentavam protestar contra os abusos sexuais e físicos que sofrem, de acordo com familiares. A maioria foi forçada a regressar e fechada nos dormitórios.

Na quarta-feira de manhã, alguém queimou colchões na secção feminina do centro rural, disseram as autoridades. O fogo alastrou rapidamente pelos dois dormitórios.

O Presidente da Guatemala, Jimmy Morales, anunciou na quarta-feira a destituição do diretor do centro de menores, e decretou três dias de luto nacional.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)