Com chegada ao mercado, em princípio, lá mais para o final do ano, a próxima proposta do fabricante automóvel norte-americano de veículos eléctricos Tesla, denominada Model 3, acaba de ser apanhada, sem qualquer disfarce ou camuflagem, a circular perto das instalações da marca, em Palo Alto, Califórnia.

As fotos, não só do exterior como também do interior, entretanto divulgadas por alguns órgãos, confirmam que o projecto da marca de produzir uma espécie de hatchback, exclusivamente eléctrico, mais acessível e de maior volume, está prestes a desembarcar nos concessionários. As imagens mostram aquilo que será, à partida, o futuro modelo de produção. E, se assim for, serão mínimas as diferenças entre os protótipos já apresentados e o carro que chegará aos clientes.

O Model 3 será lançado com o já conhecido sistema de condução autónoma Autopilot, apoiado em 10 câmaras, sendo que as primeiras unidades entregues aos clientes deverão surgir equipadas apenas com tracção traseira. Já o AWD só deverá chegar lá mais para o final do ano.

Quanto à autonomia, o dono e CEO da Tesla, Elon Musk, afirmou recentemente que o Model 3 terá como capacidade máxima de baterias os 75 kWh, valor que faz acreditar que o carro venha a conseguir cumprir mais quilómetros com uma única carga, que os 383 km anunciados pelo Chevrolet Bolt, com o Opel Ampera – essencialmente o mesmo veículo com a mesma bateria de 60 kWh – a reivindicar na Europa 520 km de autonomia, mas segundo o obsoleto método da NEDC.

De referir ainda que, para o interior, a Tesla prevê (e as imagens agora divulgadas confirmam-no) um único ecrã, ao centro do tablier, sem qualquer painel de instrumentos, onde seja possível observar a velocidade, rotações por minuto ou outras informações do género. Tudo isso, deixam transparecer as fotos, será exibido no enorme ecrã colocado ao centro, sobre o tablier.

O Tesla Model 3 deverá entrar em produção já no próximo mês de Julho, com a entrega de um número já razoável de unidades a acontecer, muito provavelmente, a partir de Setembro. Já os preços, serão divulgados antes disso, no início de Junho.

A partir do momento em que a produção do Model 3 estiver em velocidade de cruzeiro, a Tesla deverá arrancar com o desenvolvimento do seu crossover eléctrico, para já denominado Model Y, e que terá por base a mesma plataforma do Model 3. Embora o futuro desta última proposta não deixe de estar condicionado, em grande medida, pelo sucesso que o Model 3 possa vir a alcançar – o que muito dependerá não só da capacidade da marca norte-americana de entregar as unidades dentro dos prazos previstos, mas também de conseguir comercializar o modelo a um preço a rondar os 35 mil dólares (cerca de 32.825€). Conforme, aliás, o próprio Elon Musk já assumiu ser o seu desejo.