Na sequência do mais recente surto de sarampo em Portugal (foram confirmados 25 casos até ao momento), os partidos com assento parlamentar defenderam em uníssono: era preciso informar e sensibilizar a população para a questão das vacinas e pôr em marcha uma campanha de apelo ao cumprimento do Plano Nacional de Vacinação.

Este sábado, o ministério da Saúde responde ao pedido e junta, em seis vídeos de 20 segundos apenas, várias figuras de relevo na área, a advogar o “dever cívico e social” de promover a vacinação das crianças portuguesas.

Adalberto Campos Fernandes não é um dos protagonistas dos filmes — em compensação, Ana Jorge, também médica, ex-ministra da Saúde entre 2008 e 2011, é uma das personalidades a quem a campanha dá voz: “As crianças não vacinadas estão em risco de vida. Proteger o seu filho é proteger também as outras crianças. Está comprovado que todas as vacinas do Plano Nacional de Vacinação protegem o seu filho das doenças infecciosas mais frequentes”.

[jwplatform Ow1lH5tV]

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos; Ana Rita Cavaco, bastonária da Ordem dos Enfermeiros; Ana Paula Martins, bastonária da Ordem dos Farmacêuticos; Maria do Céu Machado, pediatra; e Francisco George, diretor-geral de Saúde, completam o sexteto.

“A vacinação é um dever que todos nós temos: pais, avós, todos temos o dever social de promover a vacinação das crianças. É fundamental para continuarmos o caminho que colocou Portugal numa posição cimeira a nível mundial”, explica George, no seu vídeo.

[jwplatform DfrHmIV6]

Veja os outros.

[jwplatform i1G9VwzO]

[jwplatform 0gLr1ZzP]

[jwplatform C44yrQ52]

[jwplatform AbF5bxHc]