Siga estes 10 passos e prepare uma massa perfeita: solta, al dente e pronta para receber o molho e os acompanhamentos:

1. Escolha uma panela grande

É importante haver espaço para que a massa coza solta. Confinada a um espaço pequeno, a massa corre o risco de colar e não cozer por igual, como é suposto.

2. Use água abundante

Uma boa quantidade de água não só permite que a massa se mova livremente dentro da panela, como ajuda a manter uma temperatura homogénea. Ao introduzir a massa na água a ferver, a temperatura cairá mas, graças à quantidade de água, rapidamente retomará a fervura. Uma boa proporção a ter em consideração é a de 3 litros de água para cada 250 gramas de massa.

3. Opte por usar água fria

A água quente ou aquela que esteve demasiadas horas parada na canalização poderá trazer algum sabor metálico indesejado. Para evitá-lo, o melhor é utilizar sempre água fria.

4. Não junte azeite, óleo ou outra gordura à água de cozedura

Esta irá envolver a massa de tal forma que reduzirá a sua capacidade de absorver o molho depois de cozida.

5. Junte sal à água

Esta é a única oportunidade de temperar a massa diretamente e realçar o seu sabor natural. A água deve estar salgada como a água do mar. Para cada 3 litros de água deve ser utilizado no mínimo uma colher de sopa de sal grosso. Deite sal à água após levantar a fervura. A água sem sal ferve mais rapidamente. Mas atenção: quem tem restrições de sal na dieta deve seguir as indicações médicas.

6. Não ponha a massa na água antes de levantar fervura

A massa tende a absorver água naturalmente graças aos amidos da sua composição. Assim, o que se quer é que, ao ser introduzida na panela, a massa comece imediatamente o processo de cozedura. Se começar a absorver água antes, tenderá a ficar empapada.

7. Pôr a massa na panela e mexer bem

É nos primeiros minutos – antes que os amidos se misturem na água – que a massa costuma colar. É nessa altura que deve ter mais atenção, mexendo a massa de forma a que não fique colada à panela ou entre si. Depois, ao longo da cozedura, mexa com intervalos regulares.

8. Atenção ao tempo de cozedura

O período varia de massa para massa. O melhor ponto de partida é o tempo recomendado pelo fabricante do produto. Quanto mais fina a massa, mais rápido cozerá. É importante ir provando, para ver se a consistência está no ponto. Comece a fazê-lo dois minutos antes do tempo indicado na embalagem. Se depois de cozida ainda a vai cozinhar com molho, tire-a da água quente um pouco antes de atingir ponto de cozedura desejado. A massa deverá estar al dente, o que significa que está suave, mas ligeiramente firme quando se trinca.

9. Escorra imediatamente

Quando estiver no ponto pretendido, retire imediatamente a panela do lume e escorra a massa – caso contrário ficará empapada. Escorra-a, mas não a passe por água (a não ser que a receita diga para o fazer) e não a seque. A massa tem de manter alguma humidade própria para se misturar facilmente com o molho. Atenção: reserve um pouco da água da cozedura, que contém amido, e pode ser útil para dar alguma consistência ao molho.

10. Junte a massa ao molho

Procure ter o molho já pronto antes mesmo de cozer a massa. Mantenha-o aquecido e numa panela suficientemente grande para receber a massa assim que estiver cozida. O molho deve ser em quantidade suficiente para cobrir a massa, mas sem a “afogar”.

E mais dois conselhos:

Quantidades

Não sabe quanto deve servir por pessoa? Calcule cerca de 80 gramas. É menos do que a maioria está habituada, mas o prato deve ser enriquecido com vegetais, frutos secos, carnes e outros acompanhamentos.

Como guarnecer

Dê asas à criatividade. Este é um ingrediente que combina na perfeição com acompanhamentos saudáveis como vegetais frescos, leguminosas, pequenas quantidades de carne vermelha ou branca, peixe e queijo. E, claro, acompanhe-a com um bom azeite ou um molho equilibrado.