A UNICEF publicou esta terça-feira um comunicado em branco porque está “sem palavras” depois da morte de 20 crianças nos ataques que aconteceram em Ghouta oriental, na Síria.

Nenhuma palavra fará justiça aos menores assassinados, às suas mães, aos pais e aos entes queridos”, é a única frase que consta do documento enviado pelo diretor regional da UNICEF para o Médio Oriente e África do Norte, Geert Cappalaere.

Depois disto, um texto em branco acompanhado apenas de uma nota de rodapé onde se pode ler o seguinte: “Já não temos palavras para descrever o sofrimento dos menores e a nossa indignação”. As declarações da UNICEF surgem na sequência da morte de quase 100 pessoas em Ghouta oriental, devido aos ataques das forças apoiantes do presidente Bashar al-Assad. Destes ataques resultaram ainda, pelo menos, 470 feridos.

“Isto é uma guerra? Não, é massacre”. Morreram mais de 90 pessoas em Ghouta oriental

[Veja aqui o vídeo sobre o drama das crianças sírias]

[jwplatform VlnULDnV]