A segunda edição revista e atualizada do guia “À Descoberta da Guiné-Bissau” foi apresentada na sede da União Europeia em Bissau e já está disponível para o público. “Nós todos sabemos como o turismo é importante para o desenvolvimento da economia. A Guiné-Bissau pode encontrar no turismo uma alternativa a outras fontes de riqueza que inevitavelmente tem, mas que necessita de diversificar e essa diversificação é muito importante”, afirmou o representante da União Europeia em Bissau, Vítor Madeira dos Santos.

O guia turístico foi lançado pela primeira vez em 2016 pela Afetos com Letras, com o apoio da União Europeia, que voltou a desafiar a organização não-governamental para fazer uma segunda edição revista e atualizada. “Transformamos uma primeira edição que foi uma experiência da Afetos com Letras com a União Europeia num instrumento muito mais útil para o turista que se desloca à Guiné-Bissau, para o investidor” e para qualquer pessoa que queira informações sobre o país, afirmou Joana Benzinho, da Afetos com Letras, que apoia há alguns anos vários projetos no país.

Segundo Catarina Taborda, diretora para a promoção e eventos do Ministério do Turismo da Guiné-Bissau, o guia turístico tem ajudado bastante e a segunda edição ainda mais completa vai mostrar o que a “Guiné-Bissau tem de melhor”. “Eu acredito que daqui algum tempo seremos uma referência em termos de turismo”, salientou. O guia pode ser adquirido gratuitamente na página oficial na Internet da delegação da União Europeia em Bissau e na página da Afetos com Letras.