A notícia da morte de John McCain tinha de ser anunciada aos espetadores da NBC. A programação, por aquela hora, era puro entretenimento mas o canal de televisão apressou-se a interromper a emissão para revelar a “notícia de última hora”. A emissão passou para o estúdio, onde apareceu um jornalista a dar conta da informação da morte do senador norte-americano. Alguns segundos depois, porém, a NBC retomou a programação habitual — remetendo o acompanhamento noticioso para o canal informativo da mesma estação.

O insólito aconteceu quando, em vez de um separador transitório ou de uns breves segundos de silêncio, a emissora norte-americana saltou imediatamente para o ponto onde a programação tinha sido interrompida: o programa de talentos America’s Got Talent que, naquele momento, exibia um estranho sketch com duas pessoas mascaradas de golfinhos — que reproduziam o estranho som do animal enquanto corriam pelo palco.

https://twitter.com/Beschizza/status/1033519881268940806?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1033519881268940806&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.indy100.com%2Farticle%2Fjohn-mccain-dead-americas-got-talent-video-footage-nbc-report-8508506

O timing da NBC e a insólita “história de amor dos golfinhos” — que, segundo o Independent, era uma atuação de um comediante japonês que se dedica a reproduzir sons bizarros — rapidamente saltou para o Twitter e foi alvo de piadas várias.

É o exemplo “perfeito” do “estado da nossa cultura”, ironizou um utilizador.

John McCain, o senador norte-americano e antigo candidato presidencial, morreu este sábado. Tinha 81 anos e lutava contra um cancro inoperável no cérebro desde o ano passado. Na sexta-feira, a família tinha feito saber, através de um comunicado, que McCain tinha decidido parar os tratamentos contra o tumor, muito agressivo, tendo em conta “os progressos da doença e o inexorável avanço da idade”.