O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) alarga a partir desta segunda-feira o serviço telefónico de informações e agendamentos para os estrangeiros tratarem de vistos ou autorizações de residência e aumenta o número de vagas diárias para atendimento presencial.

Numa nota enviada à agência Lusa, o SEF adianta que o Centro de Contacto passa a ter, a partir desta segunda-feira, um horário alargado em mais de três horas e meia, passando a funcionar das 8h às 20h, o dobro dos funcionários e um atendimento disponível em 22 línguas. Segundo o SEF, o Centro de Contacto “tinha vindo a sofrer uma redução de meios humanos que, agora, é colmatada com a entrada de novos colaboradores”, passando a contar com 50 funcionários.

O SEF precisa que o canal telefónico para informações e agendamentos passa a assegurar um atendimento em Português, Alemão, Amharic (língua da Etiópia), Árabe, Cazaque, Crioulo de Cabo Verde, Crioulo de São Tomé e Príncipe, Espanhol, Francês, Georgiano, Hindi, Húngaro, Inglês, Nepali, Persa, Romeno, Russo, Tigre (língua falada no nordeste de África), Turco, Ucraniano e Uzbeque.

O SEF frisa que este reforço no centro de contacto representa “uma aposta na melhoria do atendimento ao público e na celeridade da instrução processual”. O centro de Contacto é um serviço de atendimento telefónico (números 808 202 653 e 808 962 69) destinado a informações e agendamentos para deslocação ao SEF por parte de estrangeiros residentes em Portugal.

De acordo com a nota enviada à Lusa, o serviço telefónico vê assim “a capacidade de resposta aumentada, acompanhando as melhorias realizadas nos canais digitais, ao longo deste ano, com a disponibilização do novo portal do SEF e com o melhoramento do portal de informação ao imigrante, bem como com a entrada em funcionamento do novo sistema de agendamentos online, através do registo na área pessoal do portal do SEF”.

Aquele serviço de segurança indica igualmente que “a melhoria do atendimento ao público é uma matéria prioritária, pelo que tem havido um esforço continuado de redução dos prazos para atendimento dos cidadãos nos seus balcões”.

O SEF tem também a partir desta segunda-feira um novo sistema de gestão de agendamentos, com a disponibilização de um total de mais de 1.800 vagas diárias para atendimento presencial em todos os balcões do país, para o tratamento dos diferentes assuntos por parte dos estrangeiros.

Além do aumento do número de vagas em todos os balcões, o SEF avança que fez uma reorganização dos recursos humanos, disponibilizando um total de 124 funcionários para atendimento a nível nacional.

Desde junho que o SEF descentralizou os atendimentos para todos os balcões, permitindo aos estrangeiros residentes em Portugal marcarem uma deslocação a um balcão de atendimento em qualquer ponto do país. O SEF indica ainda que aguarda o lançamento de um concurso para 116 novos elementos para a carreira não policial.

Em 2017 residiam em Portugal 421.711 estrangeiros, tendo o número de imigrantes aumentado em 2017 pelo segundo ano consecutivo e ultrapassado os 400 mil — valor que já não se registava desde 2013.