Rádio Observador

Assembleia Da República

Socialista Jorge Lacão faz proposta para fundir subsídios de deslocação de deputados num só

416

A proposta pretende suprimir alguns subsídios de deslocação dos deputados e realocar as verbas num só. A ideia é simplificar e tornar o pagamento mais transparente, defende Jorge Lacão.

O deputado Jorge Lacão apresentou proposta de fusão de subsídios num grupo de trabalho parlamentar

MÁRIO CRUZ/LUSA

O deputado socialista Jorge Lacão apresentou esta quinta-feira, a título pessoal, uma proposta para que, em vez de três subsídios de deslocação, os deputados passem a receber apenas um. A ideia, escreve o Público esta sexta-feira, é simplificar o processo e tornar o pagamento mais transparente.

A proposta apresentada no grupo de trabalho criado na Assembleia da República para rever o regime de subsídios de deslocações dos deputados, tendo em contas as polémicas que fizeram notícia no último ano, pretende realocar as verbas num só subsídio. Segundo explica o Público, atualmente os deputados têm direito a um subsídio de transporte entre a respetiva residência e a AR, um subsídio para deslocação ao círculo eleitoral e para ajudas de custo à atividade nesse mesmo círculo eleitoral e ainda um subsídio para deslocação em trabalho político em todo o país.

Esta proposta de suprimir alguns subsídios poderá ser feita através da criação de um subsídio geral que compreenda a atividade política em todo o território nacional ou via despesas de representação que passariam a ser sujeitas a IRS, isto é, seriam consideradas enquanto “complemento remuneratório”.

De referir que o orçamento da AR para 2019 tem em consideração 3,1 milhões de euros destinados a ajudas de custo a deputados — menos 500 mil euros do que em 2018 — e 3,23 milhões de euros para o transporte dos deputados para deslocações em trabalho político.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt
Assembleia Da República

Atentados às crianças /premium

Maria João Marques
171

Não vejo bem como defender um quadro legal que permite que o agressor continue a contactar a vítima criança, muitas vezes usando-a para atormentar a mãe (o que também atormenta a criança).

Legislação

Menos forma, mais soluções /premium

Helena Garrido
166

É aflitivo ver-nos criar leis e mais leis sem nos focarmos nas soluções. A doentia tendência em catalogar tudo como sendo de esquerda ou de direita tem agravado esta incapacidade de resolver problemas

Socialismo

Má-fé socialista /premium

José Miguel Pinto dos Santos

Não é a situação social em Portugal muito melhor que na Venezuela — e que nos outros países socialistas? Sim, mas quem está mais avançado na implantação do socialismo, Portugal ou Venezuela?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)