A Seat acaba de confirmar que a gama do pequeno Mii vai ser reforçada com a introdução de uma nova variante puramente eléctrica. Prometendo ser “um dos veículos eléctricos mais acessíveis disponíveis”, o novo Mii Electric chegará ao mercado ainda antes do final de 2019, sendo que os clientes potencialmente compradores do citadino espanhol podem começar a sinalizar o seu interesse no próximo mês de Setembro, altura em que arrancam as pré-vendas.

Antes disso, a Seat vai apresentar o seu primeiro modelo 100% eléctrico em Oslo. A capital norueguesa é a primeira etapa do “Seat on Tour”, iniciativa que se estreia neste Verão e que vai levar as últimas novidades da marca (e também da Cupra) a “alguns dos países mais estratégicos para a empresa”. Assim, depois de visitar a Noruega, o novo Seat Mii Electric vai dar-se a conhecer no Reino Unido (Liverpool, 18 de Junho), França (Paris, final de Setembro) e Itália (Milão, Novembro).

Para já a marca não adianta mais detalhes, mas não será despropositado esperar que o Mii zero emissões recorra aos mesmos argumentos que o recém-revelado Citigoe iV esgrime. O primeiro Skoda eléctrico, que também promete ser um dos mais baratos no mercado, possui um motor de 83 cv e 210 Nm que impulsiona o eixo dianteiro, sendo alimentado por uma nova bateria de iões de lítio com 36,8 kWh de capacidade. Este é, essencialmente, o seu grande trunfo, pois permite-lhe quase duplicar a autonomia do actual Volkswagen e-up!, anunciando 265 km de acordo com o protocolo de medição WLTP.

No tour europeu, o novo Mii Electric não vai estar sozinho, com a marca de Martorell a aproveitar para divulgar também os protótipos el-Born, o primeiro elétrico da Seat assente na plataforma MEB e o segundo carro do do Grupo Volkswagen que nela será construído, e o Formentor, o primeiro Cupra de raiz na forma de um SUV coupé híbrido.

Como referência mundial na mobilidade elétrica, faz todo o sentido fazer a apresentação mundial do Mii Electric na Noruega e mostrar a mais recente tecnologia da Seat com dois produtos que chegarão ao mercado em 2020: o Seat el-Born e o Cupra Formentor. Agora é o momento e Oslo é o lugar”, defende o presidente da Seat, Luca de Meo.

O construtor espanhol, que vai liderar a estratégia de micromobilidade urbana para o Grupo Volkswagen, incluirá no périplo europeu o concept Minimó, uma espécie de Renault Twizy que continua a ser desenvolvido, tendo em vista convertê-lo numa atractiva solução para as deslocações na cidade.