O montante total dos novos créditos ao consumo concedidos em abril diminuiu 8,7%, face ao mesmo mês de 2018, para 563,683 milhões de euros, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Banco de Portugal (BdP).

De acordo com os últimos dados do banco central sobre a evolução dos novos créditos aos consumidores, o número de novos contratos baixou 3,4% no mesmo mês para 116.706.

Em termos desagregados, a generalidade das finalidades de crédito ao consumo apresentaram uma tendência de redução em abril, com destaque para o crédito automóvel, que caiu 8,5% para 233 milhões de euros, sobretudo as quedas observadas nos créditos com reserva de propriedade e outros (novos), que caíram 18,2% para 28,681 milhões de euros.

A locação financeira ou ALD de novos registou uma redução homóloga de 16,7% para 24,734 milhões de euros.

Na categoria “cartões e descoberto”, o montante contratado baixou 1,0% em abril, em termos homólogos, para 78 milhões de euros.

Os novos créditos pessoais, por sua vez, mantiveram-se estáveis em valor, nos 252 milhões de euros, tendo aumentado 1% em número, para 37.380 novos contratos.