É mais uma violação em grupo em Espanha. Depois do mediático processo La Manada e da notícia recente de um outro caso em Bilbao, cinco jovens foram detidos na madrugada desta quarta-feira por terem alegadamente violado uma jovem norueguesa de 20 anos. Crime terá ocorrido numa casa em Benidorm, segundo avançou a Guardia Civil ao jornal ABC.

Os jovens, um deles com 18 e quatro com 19 anos, têm nacionalidade francesa e estavam, tal como a vítima, de férias em Benidorm. A jovem confessou às autoridades que o contacto com o grupo de cinco rapazes aconteceu através da rede social Instagram. A norueguesa relata ainda que não foi a única alvo do abuso – na mesma vivenda, num quarto ao lado, esteve outra rapariga que não foi identificada, juntamente com dois dos rapazes, que terá conseguido fugir da residência.

A defesa dos detidos garantiu à agência EFE, citada pelo mesmo jornal, que os jovens negam as acusações e afirmaram que quando a alegada vítima quis sair de casa até a ajudaram a vestir-se e a chamar um táxi.

A suspeita de abuso sexual foi transmitida às autoridades depois de a vítima e uma amiga com a mesma idade se terem dirigido ao centro de saúde de L’Alfàs del Pi, a poucos quilómetros de Benidorm. Rapidamente as autoridades foram chamadas ao local e entre as 4h00 e as 4h30 da manhã os homens foram detidos.

A investigação continua em aberto. As forças policiais pretendem determinar o grau de envolvimento de cada um dos jovens no alegado crime. Vão ser presentes ao tribunal de Benidorm na manhã desta quinta-feira.

A investigação do caso contou não apenas com o dispositivo da Guardia Civil mas também com um elemento da Gendarmaria Nacional de França, que está temporariamente designado na cidade onde ocorreu o crime, no âmbito de um programa de intercâmbio policial.