A PSP deteve 58 pessoas, 39 das quais por tráfico de droga, e apreendeu 88 veículos no âmbito da sua participação na Operação JAD Mobile II direcionada à criminalidade automóvel que terminou a 4 de outubro.

Em comunicado, a PSP adianta que na operação, organizada pela FRONTEX e que decorreu entre 23 de setembro e 4 de outubro, foram apreendidos em Portugal 88 veículos e detidas 58 pessoas, 39 das quais por tráfico de droga, dois por imigração ilegal, 14 por posse de armas e três por furto de veículo. Foram também apreendidas 33 armas de fogo, 39 armas brancas e 117 munições, 3,13 quilos de canábis, 1,5 kg de cocaína, 178 g de heroína e 158 g de ecstasy.

A operação decorreu na sequência do Projeto European Multidisciplinary Plataform Against Criminal Threats (EMPACT) Organized Property Crime (OPC).

Esta ação operacional conjunta, organizada pela FRONTEX, foi sustentada numa análise de risco, visando o combate a várias tipologias criminais, em especial diferentes modalidades de criminalidade automóvel, incluindo furtos de veículos, o contrabando de veículos roubados e de partes de veículos e fraude documental”, é explicado.

Para além da FRONTEX, também a EUROPOL, INTERPOL, CELBET e CARPOL aderiram à operação, prestando apoio informacional em tempo real.

A PSP esclarece na nota que o objetivo da operação, direcionada para o problema da criminalidade automóvel, foi recuperar viaturas furtadas/ roubadas, componentes automóveis furtados ou provenientes de viaturas furtadas/ roubadas, combate à facilitação de imigração ilegal e causar instabilidade às atividades delituosas e aos perpetradores.

A ação visou também a identificação de potenciais suspeitos, a apreensão de material furtado, ou de qualquer outro produto proibido, conhecer o circuito de “escoamento” dos componentes automóveis furtados ou provenientes do desmantelamento de viaturas furtadas, melhorar o conhecimento sobre o fenómeno e a recolha de informações e aumentar o sentimento de segurança na zona Schengen.

A PSP representou Portugal nesta operação e estiveram presentes representantes da Albânia, Bósnia Herzegovina, Bulgária, Croácia, Alemanha, Kosovo, Lituânia, Montenegro, Macedónia do Norte, Polónia, Portugal, Roménia, Espanha, Holanda e Reino Unido.