O negociador-chefe da União Europeia para saída do Reino Unido, Michel Barnier, afirmou que a futura comissária de Portugal “será uma voz muito forte” em Bruxelas, sendo “uma mulher muito respeitada, estimada e competente ao nível europeu”.

Numa entrevista à agência Lusa, Barnier, que foi nomeado em outubro passado chefe do grupo de trabalho da União Europeia para as relações com o Reino Unido (“UK Task Force”), disse que conhece muito bem e há longos anos Elisa Ferreira.

“É formidável que ela [Elisa Ferreira] esteja em breve na Comissão Europeia e não o digo para agradar, mas porque trabalhei muito com ela a propósito dos serviços financeiros”, afirmou o negociador-chefe do acordo sobre o Brexit, que partilha com ela o facto de, em tempos passados, ter ocupado a mesma pasta na Comissão, da política regional e coesão e que — disse — “o apaixonou”.

Considerando-se um “enamorado de Portugal” e com ótimas relações com os portugueses, Michel Barnier referiu-se a António Vitorino, com quem trabalhou sobre a reforma das instituições europeias durante cinco anos, e ainda a Carlos Moedas, por quem tem “muita estima”, destacou.

Em Portugal, sinto-me como se estivesse em casa”, disse o chefe do novo grupo de trabalho da União, que destacou a “vigilância” colocada pelos parceiros sociais relativamente às futuras relações com o Reino Unido.

Michel Barnier, que veio a Portugal para participar na Web Summit, encontrou-se terça-feira com alguns parceiros sociais, e destacou que, nessa reunião, vários lhe disseram que “era necessário um acordo futuro sobre livre troca com o Reino Unido, mas que tinha de ser acompanhado por um acordo de boa conduta sobre condições equitativas recíprocas”.

Todos os parceiros sociais foram convidados para a reunião com o negociador europeu, mas estiveram presentes apenas os representantes da UGT e CGTP, do Conselho Económico e Social, Confederações do Turismo, Agricultura, Comércio e Serviços, e Indústria.

Terça-feira ainda, Barnier esteve com o líder do PSD, Rui Rio, e a presidente do grupo parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes. Esta quarta-feira, encontra-se com o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa.