A fabricante alemã de automóveis Daimler anunciou esta quinta-feira a intenção de economizar mais de 1.000 milhões de euros em custos com pessoal na divisão de automóveis Mercedes-Benz até ao final de 2022.

Citada pela agência espanhola Efe, a fabricante anunciou querer reduzir empregos nas áreas administrativas, através da negociação com representantes dos trabalhadores.

Até o final de 2022, a Mercedes-Benz também quer reduzir custos de material, além de custos variáveis na Europa (250 milhões de euros) e com pessoal (300 milhões de euros), uma redução que a empresa justifica com a baixa rentabilidade dos camiões Mercedes-Benz na Europa e na América Latina.