A seguradora Generali finalizou a aquisição em Portugal das Seguradoras Unidas, que junta a Tranquilidade e a Açoreana, e a AdvanceCare, empresa de serviços de saúde, ao fundo norte-americano Apollo. À frente dos destinos do grupo no país, como presidente executivo, fica agora Pedro Carvalho, que foi vice-presidente da comissão executiva do Grupo Seguradoras Unidas.

Em comunicado, a Generali informa que “recebeu as aprovações requeridas de todas as entidades reguladoras e autoridades da concorrência e, em consequência, completou a transação anunciada em 18 de julho de 2019”.

Já numa carta enviada aos funcionários do grupo, Jaime Anchústegui, presidente da Generali, revela que “o processo para unir todas as companhias seguradoras em Portugal começa hoje [quarta-feira]. “Com a perspetiva de um maior nível de integração e de uma gestão eficiente da Generali Portugal e da Seguradoras Unidas, vamos introduzir algumas mudanças importantes no modelo de governo. A mais notória é a nomeação de Pedro Carvalho como Presidente Executivo das duas entidades”. Além disso, haverá uma “harmonização das restantes funções”.

“Iremos também envolver os nossos agentes, corretores, parceiros e clientes para em conjunto definirmos aquele que será o nosso caminho”, acrescenta.

O anúncio da compra, agora finalizada, já tinha sido feito em julho. Em comunicado, o grupo italiano informava que a Generali ia adquirir 100% da Seguradoras Unidas e da Advance Care à Calm Eagle Holding S.à.r.l e à Calm Eagle Parent Holdings II S.à.r.l., detidas maioritariamente por fundos de investimento geridos por subsidiárias da Apollo Global Mangement. A aquisição, revelava na altura o grupo, iria custar 510 milhões de euros e 90 milhões, respetivamente.