A Proteção Civil italiana acaba de atualizar os dados relativos à epidemia: o número total de infetados está agora nos 53.578 (mais 6.557 que ontem) e o número de vítimas mortais já está nos 4.825.

Só nas últimas 24 horas morreram 793 pessoas, um novo máximo. No lado positivo, 6.072 pessoas foram consideradas recuperadas, valor que de ontem para hoje aumentou 943 casos.

Existem 17.708 pacientes hospitalizados com sintomas e, desses, 2.857 estão nos cuidados intensivas e 22.116 estão em isolamento doméstico.

Uma análise mais estatística destes dados, explica o Corriere della Sera, mostra que houve um aumento de 13,9% registado na diferença entre o número de infetados de ontem e de hoje. O número de mortos aumentou 19,7% e o de recuperados registou um aumento semelhante, na ordem dos 18,4%.

Os dados italianos num quadro completo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O número total de casos, região a região:

Lombardia: 25515 (mais 3251, aumento de 14,6%)
Emilia Romagna: 6705 (mais 737, aumento de 12,3%)
Veneto: 4617 (mais 586, aumento de 14,5%)
Piemonte: 3752 (mais 291, aumento de 8,4%)
Marche: 2153 (mais 172, aumento de 8,7%)
Liguria: 1436 (mais 215, aumento de 17,6%)
Campania: 844 (mais 95, aumento de 12,7%)
Toscana: 2012 (mais 219, aumento de 12,2%)
Sicília: 490 (mais 82, aumento de 20,1%)
Lazio: 1190 (mais 182, aumento de 18,1%)
Friuli Venezia-Giulia: 790 (mais 134, aumento de 20,4%)
Abruzzo: 529 (mais 80, aumento de 17,8%)
Puglia: 675 (mais 94, aumento de 16,2%)
Umbria: 462 (mais 67, aumento de 17%)
Bolzano: 621 (mais 73, aumento de 13,3%)
Calabria: 235 (mais 28, aumento de 13,5%)
Sardegna: 330 (mais 37, aumento de 12,6%)
Valle d’Aosta: 313 (mais 49, aumento de 18,6%)
Trento: 782 (mais 140, aumento de 21,8%)
Molise: 61 (mais 11, aumento de 22%)
Basilicata: 66 (mais 14, aumento de 26,9%)