P.E.D.R.A.– Projeto Educativo em Dança de Repertório para Adolescentes é um projeto pensado e criado com o objetivo de estimular o conhecimento e a participação de jovens na dança contemporânea, realizado em colaboração e coprodução entre a Culturgest, o Teatro Municipal do Porto e o Teatro Viriato. Este ano, a coreógrafa convidada foi Vera Mantero e a cidade anfitriã Lisboa.

À boleia da iniciativa, três coreógrafos portugueses foram convidados a partilhar o seu repertório com cerca de 70 adolescentes entre os 15 e os 18 anos com e sem experiência de dança, em três cidades: Lisboa, Porto e Viseu. No entanto, devido à pandemia da Covid-19, os trabalhos de preparação desenvolvidos presencialmente foram interrompidos e retomados à distância. “Não sendo também possível a sua realização nos moldes previstos, a apresentação dos resultados decorrerá online e a nível nacional, no próximo domingo, 14 de junho, às 18h.”

Transmitido em direto nas redes sociais do Teatro Municipal do Porto, da Culturgest, do Teatro Viriato e do Rumo do Fumo, o encontro consiste na apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelos jovens participantes seguida de uma conversa entre Vera Mantero, os coreógrafos que coordenaram o trabalho em cada cidade – Henrique Furtado Vieira (Lisboa), Vera Santos (Porto) e Leonor Barata (Viseu) – e os participantes. A moderação do encontro fica a cargo do jornalista Pedro Santos Guerreiro.

“Que bonito que foi chegar a cada uma destas cidades e ver estas tão recentes pessoas usando processos de criação que são os meus favoritos desde há anos, com eles fazendo surgir os seus movimentos, os seus textos, os seus sons, as suas interações e trajetórias, de forma tão estimulante e criativa”, descreve Vera Mantero.

Anualmente, entre dezembro e abril, os grupos das três cidades reuniram-se em encontros semanais para trabalhar a partir da linguagem desses coreógrafos num exercício de cocriação e reinterpretação do repertório selecionado.  “Ampliando os impactos sociais do projeto e beneficiando do potencial mediador da criação artística participada, os três grupos encontraram-se numa das cidades organizadoras em residência e em convívio, motivados por uma apresentação conjunta dos três exercícios de dança que fechava, a cada ano, um ciclo”, lê-se no programa.

Na primeira edição, em 2018, a coreógrafa convidada foi Clara Andermatt e a cidade anfitriã o Porto. Em 2019, o projeto foi apresentado em Viseu e contou com a participação do coreógrafo Francisco Camacho.