Em Dezembro de 2019, a Land Rover adquiriu a Bowler Motors, uma pequena companhia britânica que tem como cartão de apresentação a preparação de carros para competição, tipo Rally Raids. Agora, depois de ter perdido a disputa para a Ineos Automotive, com o tribunal britânico a deliberar que o Grenadier não viola quaisquer direitos da Land Rover e não colide com o Defender original, eis que a Land Rover decide “vingar-se”. As formas do clássico vão voltar à vida, com a concessão da licença à Bowler. Ou seja, a Ineos fez um modelo para capitalizar a imagem do Defender e, agora, vai ter de concorrer com o original…

Saudades do antigo Defender? Aqui está o novo Ineos Grenadier 4×4

A especialista inglesa em ralis vai recuperar as míticas formas do Defender da anterior geração e cativar os indefectíveis do modelo com um jipe puro e duro, mas também de elevado desempenho. Partindo do 110 como base, sob o capot vai encontrar-se o mesmo V8 de 5,0 litros a gasolina sobrealimentado que equipa o Range Rover Sport SVR, com 575 cv e 700 Nm de binário máximo, cortesia da divisão de veículos especiais (Special Vehicles Operations, SVO) da Land Rover.

Range Rover Sport SVR esmaga recorde da Ferrari

O chamado projecto CSP 575 vai chegar às estradas no segundo semestre do próximo ano, por um preço à volta das 200 mil libras esterlinas (222.853€), dependendo naturalmente das especificações do cliente. Sabe-se apenas que a produção é limitada, não sendo especificado o número de unidades que serão construídas à mão, em Derbyshire.

De acordo com a Bowler, o regresso das formas do mítico Defender vai fazer-se num modelo apto para o fora de estrada mais extremo, mas “desenhado para a estrada”, daí a célula de segurança e os quatro bancos desportivos. E não deixa de ser bom saber que o “velho” Defender vai passar a ter… ar condicionado! Outra boa notícia é que, segundo a Bowler, este CSP 575 “é o primeiro de vários novos projectos a serem anunciados nos próximos anos”.