Dezasseis estabelecimentos fechados, quatro pessoas detidas por crime de desobediência, e 249 multas: este é o balanço da fiscalização da GNR e da PSP no novo confinamento, informa o Ministério da Administração Interna em comunicado enviado às redações.

Três das quatro pessoas detidas foram-no por violação da obrigação de confinamento obrigatório explica a nota que dá conta das ações das duas autoridades realizadas “entre as 00h00 do dia 8 de janeiro e as 23h59 do dia 14 de janeiro”

Relativamente às contraordenações aplicadas pela Guarda Nacional Republicana e pela Polícia de Segurança Pública, foram instaurados 249 autos no mesmo período, dos quais:

“– 7 por incumprimento do uso obrigatório de máscara ou viseira (transportes públicos);

– 18 por incumprimento do uso obrigatório de máscara ou viseira (salas de espetáculos, estabelecimentos públicos, e outros);

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

– 60 por incumprimento das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público;

– 55 por incumprimento horário de funcionamento;

– 7 por incumprimento realização de celebrações e de outros eventos;

– 45 por incumprimento das regras de consumo de bebidas alcoólicas na via pública;

– 3 por incumprimento das regras relativas aos limites de lotação máxima dos transportes públicos;

– 19 por incumprimento das regras impostas por autoridade de saúde;

– 35 por incumprimento do uso de máscara nas vias e espaços públicos.”