Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Nuno Coelho, Tiago Marques, Filipe Brígida e Ricardo Pereira conjuraram uma ideia quando percorriam os corredores da Nova Information Management School, em Lisboa. Ao organizarem uma conferência focada inicialmente nos alunos da faculdade, à semelhança de uma feira de emprego, perceberam que grande parte do interesse que lhes chegava não vinha de quem estava a construir futuro mas de um mercado que se mostrava atento. Com o tempo, a conferência foi crescendo, ganhou dimensão, e em 2017 os dois mil participantes tornaram-se num número demasiado significativo para não servir de base a algo maior.

É aqui que nasce a 3cket (leia-se tricket), a plataforma para qualquer tipo de evento e dimensão, que aposta fortemente na digitalização de todos os mecanismos inerentes a este. Controlo de acessos, pagamentos digitais, jogos e até bengaleiro, tudo acontece num único espaço digital que pode estar ligado a uma pulseira, cartão ou credencial impressa.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.