Cinco pessoas, incluindo dois policias, foram mortas esta segunda-feira em Almaty, a maior cidade do Cazaquistão, num tiroteio envolvendo um homem, a polícia e oficiais judiciais, informaram as agências de notícias russas.

Segundo a polícia, citada pelas agências, o tiroteio começou quando os oficiais de justiça chegaram a um local para fazer cumprir uma ordem de despejo.

“Um morador desta casa […] abriu fogo contra os oficiais de justiça, os policias e os funcionários do departamento de situações de emergência”, indicou a corporação policial cazaque.

O autor dos disparos foi preso. “A situação está sob controlo. Os procedimentos criminais foram iniciados e as investigações estão em andamento”, referiu a polícia.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segundo o portal de notícias do Cazaquistão Ratel.kz, o autor do crime estava envolvido num conflito legal relacionado com imóveis, tendo o novo proprietário das instalações e os tribunais ordenado o seu despejo.

Este tipo de incidente armado é relativamente raro no Cazaquistão, um país da Ásia Central com uma população de 18,7 milhões, que tem como capital Nursultan.