Olá

833kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Projeções: PS ligeiramente à frente, mas em empate técnico com AD. IL e Chega também 'colados' no terceiro lugar

Projeções das quatro televisões colocam o PS à frente, mas há hipótese de empate técnico com AD. IL surge na maior parte das projeções como a terceira força política, seguida de perto pelo Chega.

i

DIOGO VENTURA/OBSERVADOR

DIOGO VENTURA/OBSERVADOR

O Partido Socialista está em vantagem nas eleições europeias de 2024 em todas as projeções feitas pelas quatro televisões portuguesas (RTP, SIC, TVI/CNN e CMTV). Ainda assim, as margens de erro colocam o partido em empate técnico com a Aliança Democrática, que aparece em segundo lugar.

A Iniciativa Liberal surge em três das quatro projeções como a terceira força política (noutra aparecem empatados), seguida de muito perto pelo Chega. A exceção é a projeção da Católica para a RTP, em que a IL tem exatamente os mesmos resultados que o Chega.

O Bloco de Esquerda e o Livre aparecem nas projeções a disputar a quinta posição. Na sondagem da RTP surgem como o mesma percentagem de votos e possibilidade de eleger entre 2 a 3 deputados. Já de acordo com as projeções da Intercampus para a CMTV, o BE segue com uma ligeira vantagem face ao Livre, enquanto a diferença é mais acentuada na projeção da TVI/CNN. Apenas a projeção do ISCTE para SIC coloca o Livre com um ligeiro avanço face ao BE.

Segue-se a CDU, que nas projeções obtém um resultado mínimo de 2% e um máximo de 5,8%. Com base nestes resultados a coligação que junta o PCP e os Verdes corre o risco de não ficar representada no Parlamento Europeu e, na melhor das hipótese, eleger apenas um deputado. Já o PAN surge entre os 0,3% e os 2,7%, não chegando a eleger nenhum deputado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Projeção do ISCTE para SIC coloca PS ligeiramente à frente, mas em empate técnico com AD

  • Partido Socialista (PS): 29,2% a 33,6% — entre 7 e 8 deputados
  • Aliança Democrática (AD): 28,4% a 32,8% — entre 7 e 8 deputados
  • Iniciativa Liberal (IL): 8,1% a 11,5% — entre 2 e 3 deputados
  • Chega: 7,5% a 10,9% — entre 2 e 3 deputados
  • Livre: 2,9% a 5,9% — entre 0 e 1 deputados
  • Bloco de Esquerda (BE): 2,8% a 5,8% — entre 0 e 1 deputados
  • Coligação Democrática Unitária (CDU): 2,8% a 5,8% — entre 0 e 1 deputados
  • PAN: 0,4% a 2,0%— 0 deputados

Projeção da Católica para RTP dá empate técnico entre PS e AD. Socialistas ligeiramente à frente

  • Partido Socialista (PS): 28% a 34% — 6 a 8 deputados
  • Aliança Democrática (AD): 28% a 33% — 6 a 8 deputados
  • Iniciativa Liberal (IL): 8% a 12% — 2 a 3 deputados
  • Chega: 8% a 12%  — 2 a 3 deputados
  • Bloco de Esquerda (BE): 3% a 5% — 0 a 1 deputados
  • Livre: 3% a 5%  — 0 a 1 deputados
  • Coligação Democrática Unitária (CDU): 3% a 5% — 0 a 1 deputados
  • PAN: 1% a 2% — 0 deputados
  • ADN: 1% a 2% — 0 deputados

Projeção da Pitagórica para a TVI/CNN dá ligeira vantagem ao PS, mas em empate técnico com AD

  • Partido Socialista (PS): 27,7% a 33,7% — entre 6 e 8 deputados
  • Aliança Democrática (AD): 26,0% a 32,0% — entre 6 e 8 deputados
  • Iniciativa Liberal (IL): 8,3% a 12,3% — entre 1 e 3 deputados
  • Chega: 6,6% a 12,6% — entre 1 e 3 deputados
  • Bloco de Esquerda (BE): 3,0% a 7,0% — entre 0 e 1 deputados
  • Livre (L): 2,5% a 6,5% — entre 0 e 1 deputados
  • Coligação Democrática Unitária (CDU): 2,0% a 6,0% — entre 0 e 1 deputados
  • PAN: 0,7% a 2,7% — 0 deputados

Projeção da Intercampus para CMTV dá vitória para o PS, mas com curta vantagem

  • Partido Socialista (PS): 27,2% a 33,2% — entre 6 e 8 deputados
  • Aliança Democrática (AD): 26,9% a 32,9% — entre 6 e 8 deputados
  • Iniciativa Liberal (IL): 8,3% a 12,3% — entre 1 e 3 deputados
  • Chega: 7,5% a 11,5% — entre 1 e 3 deputados
  • Bloco de Esquerda (BE): 3,1% a 6,1% — entre 0 e 1 deputados
  • Livre: 3,0% a 6,0% — entre 0 e 1 deputados
  • Coligação Democrática Unitária (CDU): 2,3% a 5,3% — entre 0 e 1 deputados
  • PAN: 0,3% a 2,3% — 0 deputados
 
Assine um ano por 79,20€ 44€

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Para continuar a ler assine o Observador
Assine um ano por 79,20€ 44€
Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Verão 2024.  
Assine um ano por 79,20€ 44€
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Este verão, mergulhe no jornalismo independente com uma oferta especial Assine um ano por 79,20€ 44€
Ver ofertas Oferta limitada