Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Jim Stolze é especialista em inteligência artificial (IA) e está pela primeira vez a Portugal para ser um dos principais oradores em dois eventos distintos: o Building the Future, organizado pela Microsoft, e o Future of Healthcare, organizado pela SingularityU. A IA é o tema que o traz, mas a vida deste holandês envolve startups e desafios inesperados, como quando em 2008 ficou 40 dias offline.

O período em que viveu desligado começou com “uma ideia louca”, mas depois levou-o a escrever livros, a dar conferências e a ser tema de notícias. Em entrevista por videochamada a partir do Amesterdam Science Park, onde trabalha, Stolze conta que não voltaria a fazer o desafio. Como afirma, a internet cria felicidade, da mesma forma que a IA o vai fazer, além de ajudar a salvar vidas humanas. Segundo Stolze, a tecnologia pode ser encarada de forma otimista, mas convém pensar no que vai fazer aos empregos.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.